Spotify e eu: um caso de amor!

Publicado: 13 de fevereiro de 2015 por Kzuza em Música
Tags:,

Em meados do ano passado um primo me apresentou ao Spotify, aplicativo de música no celular. Se você não conhece, creio que deveria conhecer. Foi através dele que conheci uma dezena de artistas novos dos quais eu nunca havia ouvido falar. Para minha surpresa, muita coisa boa foi encontrada. Eu, como viciado em música que sou, não poderia deixar de compartilhar com os amigos algumas boas descobertas feitas. Sei que gosto é como cu, cada um tem o seu; mas sinceramente acho que você devia ouvir pelo menos uma ou outra banda mencionada aqui. Irá valer à pena! (Nem que seja para ver como eu tenho mau gosto musical….rs)


Blues Pills

Bluespills2014b

Disparado a melhor banda que conheci através do aplicativo. A banda sueca, liderada por essa delicinha loira chamada Elin Larsson, é considerada por alguns críticos como o “Novo Led Zeppelin”. O vocal da loira é poderosíssimo, quase uma mistura entre Janis Joplin e Adelle. O guitarrista francês Dorian Sorriaux, de apenas 18 anos, é um caso à parte e toca como poucos. Enfim, é uma banda obrigatória para se ter na playlist.

Dica de música: High Class Woman.


Kadavar

kadavar

Trio alemão, de Berlim, que toca um rock clássico de primeira qualidade. A sonoridade dos caras é poderosa e remete muito às bandas do início da década de 70, especialmente Black Sabbath. Mandatório para qualquer amante de rock ‘n roll.

Dica de música: Doomsday Machine


Horisont

horisont

É o Black Sabbath da Suécia. Tá bom, vai, acho que seria demais restringir os caras só a isso. O vocal é extremamente versátil e furioso. A sonoridade é limpa, sem muitos recursos nem frescura. É róque, na pureza do estilo. Detalhe: os caras têm um monte de música cantada em sueco mesmo (ô língua esquisita!).

Dica de música: Writing on the Wall


Skinny Molly

skinny molly

Banda do ex-guitarrista do Lynyrd Skynyrd Mike Estes. Southern rock de primeira qualidade, com uma pegada bem cravada. Minha dica fica para você ir direto para o disco Haywire Riot, que é um petardo!

Dica de música: Too Bad to be True


Vdelli

vdelli

Um baita de um féladaputa de um guitarrista e vocalista australiano. Um baita vozeirão associado a uma sonoridade limpinha e leve. Rock farofão mesmo, daqueles para ouvir a qualquer hora, mas o cara é realmente muito bom.

Dica de música: Condescending Lies


Orchid

Orchid-band

Banda californiana de heavy metal, com uma influência grande de bandas clássicas como Black Sabbath, UDO, Motorhead… Algumas músicas chegam a ter um som bem sombrio. O primeiro disco dos caras, Unicorn, deve entrar na discografia básica de muito roqueiro por aí. É bem parecido com o Horisont, mencionado aqui antes, com a diferença que a voz do vocalista lembra muito o Ozzy Osbourne no começo da carreira, em discos como o Vol.4.

Dica de música: Masters Of It All


Pentagram

pentagram

Essa talvez seja mais manjada de muitos amigos roqueiros meus, eu é que não conhecia mesmo. Formada na década de 80 na Virginia, nos Estados Unidos, é considerada junto com o Black Sabbath, uma das precursoras do Doom Metal. Banda pra macho, não pra garotinhos.

Dica de música: Dying World


Cry of Love

Cry.Of.LoveBanda de american rock, formada na Carolina do Norte. Os caras têm somente 2 discos, cada um com um vocalista diferente, mas ambos são muito bons. A sonoridade é muito parecida com Black Crowes (o primeiro vocalista canta igualzinho o Chris Robinson).

Dica de música: Highway Jones


Screamin’ Cheetah Wheelies

screaming

Banda de southern rock de Nashville. Precisa dizer mais alguma coisa ou já bateu uma vontade de ouvir? O som dos caras é um rock bem atenuado com umas levadas bem divertidas. Vale à pena! Ah, o vocalista se parece muito com o Bob Seger, que é um cara que eu gosto pacas!

Dica de música: Shakin’ The Blues


Spiders

spiders

Banda de rock sueca, mas diferentemente das apresentadas anteriormente aqui, muito mais leve. Se eu tivesse que explicar aqui o som deles, eu resumiria em uma palavra: Blondie. Pois é, o som deles é muito parecido com a banda americana de Deborah Harry.

Dica de música: Mad Dog


Vista Chino

vista-chino

Bem, talvez a partir daqui minha lista comece a ficar mais duvidosa para você, caro amigo, pois a sonoridade muda bastante. Mas de qualquer forma, eu achei essas bandas dignas de apreciação. O Vista Chino é uma banda americana de um disco só, acabando depois disso, mas vale à pena. O som é bem psicodélico, com guitarras e vocais distorcidos, mas muito agradável.

Dica de música: Adara


Black Moth

black_moth_600

Bandinha marota inglesa de doom metal, com vocal feminino. O som é bem psicodélico também, mas muito bacana. Chega a ser bem sombrio em alguns momentos, mas a pegada é sempre forte.

Dica de música: Banished But Blameless


Purson

purson

Outra bandinha inglesa com vocal feminino, mas bem mais psicodélica que o Black Moth. O som parece ser bem antigo, até pela mixagem dos álbuns, mas a banda é novinha em folha. Eu particularmente gostei bastante!

Dica de música: Tragic Catastrophe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s