Meu voto

Publicado: 24 de outubro de 2014 por Kzuza em Política
Tags:, , , ,

E aí, Zuza, vai ou não vai se posicionar?

Mas como votar, se ambas as campanhas políticas pregam o discurso do medo? Ou de acabar com os benefícios sociais adquiridos nos últimos anos e de privatizar todas as empresas públicas, ou do Brasil se tornar uma nova Venezuela/Cuba em breve?

Como votar se quem apóia o candidato tucano é o Malafaia, o Neymar e o Luciano Huck, mas quem apóia a atual presidente é o Chico Buarque, a Alcione e o Roberto Carlos?

Como votar se a Veja me diz que o PT não presta, enquanto a Carta Capital me garante que o socialismo pregado pelo partido é um avanço?

Como escolher meu candidato se uma está envolvida em um escândalo recente de corrupção na Petrobrás, e o outro tem sobre suas costas investigações sobre improbidade administrativa, além de casos de tráfico de droga e agressão à mulher mal explicados?

Mas como votar se o PT esteve envolvido no grande escândalo do mensalão, tendo toda sua alta cúpula julgada e condenada, além de outros escândalos como a Máfia dos Sanguessugas, e o PSDB esteve envolvido no caso da Sudene, no mensalão mineiro, e na máfia do metrô de São Paulo, que nunca foi investigada?

Como escolher entre o herdeiro do partido que criou e implantou o Plano Real e a herdeira dos maiores avanços sociais da história desse país, como erradicação da fome e da miséria, e acesso ao ensino superior?

É, amigos, diariamente somos bombardeados por inúmeras informações que fazem nossa mente trabalhar cada vez mais acelerada. E nesse fogo cruzado, nem sempre conseguimos separar o joio do trigo. É muito difícil realmente identificar as informações verdadeiras e confiáveis, e o que é calúnia e especulação.

O meu voto do segundo turno será o mesmo voto do primeiro: Aécio Neves. E vou explicar o porquê.

Ele não representa os meus ideais e as minhas ideias políticas, mas é dentre os atuais candidatos o que mais se aproxima. Isso porque sou a favor de um Estado cada vez menor e menos intervencionista nas questões econômicas e políticas da nação. As propostas de redução do número de ministérios e dos gastos públicos feitas pelo candidato, bem como a profissionalização e transparência dos bancos estatais vão ao encontro do que penso. Fora isso, a base da sua equipe de governo me parece muito mais bem preparada do que a atual gestão.

Além disso, tenho inúmeros motivos para não votar no atual governo do PT, principalmente na sua representante Dilma Roussef. Vocês verão que a corrupção, seja o mensalão ou o caso Petrobrás (só para mencionar os mais latentes), não entram na minha lista. Não porque eu corrobore com essa prática, mas sim porque eu não acredito que o Aécio e seus parceiros de PSDB (aliás, nem ele, nem os demais candidatos e partidos do primeiro turno) são mais honestos nesse sentido. Eles também estão envolvidos até o pescoço nessa merda chamada corrupção, então não tenho porque trocar um pelo outro somente por esse quesito.

A minha lista pode ser resumida em:

  • Dilma não é Lula. Afirmo isso categoricamente porque a candidata tenta a qualquer custo associar sua campanha somente ao Partido dos Trabalhadores e às conquistas adquiridas pelo governo Lula. Definitivamente não. Dilma não foi nem de perto uma presidente à altura de Lula.
  • A política econômica praticada pelo governo atual é totalmente equivocada e está prestes a gerar um colapso nacional se não interrompida. Dilma não fará isso, como já sinalizou em campanha. Ao creditar o mau desempenho econômico à crise internacional (que crise mesmo?) e não assumir a responsabilidade, a atual presidente compromete o futuro da nação. Li um artigo interessantíssimo hoje que explica bem isso.
  • Ainda no assunto econômico, que atualmente é o que mais afeta a mim e provavelmente a você, que está lendo esse texto, há um outro artigo que mostra o quão equivocada é a nossa atual presidente.
  • Não sou contra as políticas sociais do governo, nem tampouco leviano (palavra que meu candidato adora) a ponto de não reconhecer todas as conquistas que Lula (e não Dilma!) conseguiu para as camadas mais necessitadas da nossa população. Desta forma, eu prefiro muito mais escolher alguém que tenha capacidade de manter essas conquistas de uma forma sustentável do que endeusar o partido que as criou. Acreditar que Aécio e seu PSDB vão acabar com programas como o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Pronatec, FIES e SISU é tão ridículo quanto os especuladores terem acreditado que Lula e o PT, após serem eleitos em 2002, iriam acabar com o Plano Real ou dar calote no FMI. Bons resultados obtidos precisam e vão ser, como eu tenho certeza, mantidos. Lula levou o que FHC fez de bom, e Aécio levará o que Lula fez de bom, estou certo disso. Dilma infelizmente não conseguiu sustentar o que seu antecessor conseguiu, por isso não voto nela. (Observação: embora não seja contra as políticas sociais, sou totalmente contra o propósito pelo qual as mesmas foram criadas e instituídas pelo PT, o que explica meu próximo tópico).
  • O Foro de São Paulo. Esse assunto é extenso e complexo demais para ser explicado por um cara como eu, mas arrepia até os pêlos do cu entender os objetivos maiores do atual governo, disfarçados através de “boas ações aos mais necessitados”.
  • A militância do Partido Social Democrata Brasileiro, embora não tão efetiva quanto a do Partido dos Trabalhadores, é inquestionavelmente mais espontânea e honesta que a do adversário. A militância petista é profissionalizada (vide inúmeros blogs e sites criados especificamente para isso – a tal mídia chapa-branca) e altamente dirigida à desconstrução dos seus adversários. Foi assim desde o início com Marina Silva, e tem sido assim desde o término da apuração dos resultados do primeiro turno.
  • Os aliados políticos do PSDB não ferem, de maneira alguma, tudo o que o partido prega desde que eu me conheço como gente. Se você acha isso bom ou ruim, para mim tanto faz, eu respeito as opiniões políticas de cada um. Mas é no mínimo curioso o fato de que NENHUM dos partidos derrotados no primeiro turno tenha se aliado ao PT para a disputa do segundo turno, mesmo com uma grande chance de vitória e, nesse caso, de uma futura mamada nas tetas do governo. Aécio conseguiu apoio de todos os candidatos derrotados, com exceção à Luciana Genro, que se manteve neutra. Além disso, o PT fez justamente o caminho contrário e acabou se associando ao que existe de pior e mais podre na política desse país, como nomes como Fernando Collor de Melo, Renan Calheiros e José Sarney. Isso é algo tenebroso e mostra o quanto o partido está desesperado por apoio. Uma outra pergunta, lançada hoje pelo Mathias, também está martelando minha cabeça: você conhece algum político que, em sua carreira, tenha debandado para o lado do PT porque achou melhor?
  • Toda a liderança do Partido dos Trabalhadores foi diluída por conta de todos os escândalos nos quais o partido esteve envolvido nos últimos anos. Os nomes fortes do partido estão ou presos, como é o caso de Delúbio Soares, José Dirceu e José Genoíno, ou devidamente afastados de suas atividades, como João Paulo Cunha e Antonio Palocci, por exemplo. Um Partido sem comando, nas mãos de uma pessoa despreparada como é o caso de Dilma Roussef, é uma ameaça iminente principalmente às instituições democráticas da nação. Dilma não está à altura do seu partido, como esteve Lula. Então precisamos separar bem as coisas.
  • Dilma não foi capaz de realizar nada durante seu primeiro mandato. Não conseguiu botar para funcionar o seu PAC, não conseguiu terminar nenhuma obra prometida, a Copa acabou e o tal “legado” não trouxe nada de bom. O que me faria pensar que seria diferente em um segundo mandato?

Enfim, essa é minha linha de raciocínio. Talvez se Aécio tivesse uma equipe de governo fraca, talvez se seu partido político estivesse diluído e sem líderes, talvez se não tivesse boas propostas a nível econômico, talvez se fosse um revolucionário…. talvez se tudo isso acontecesse, eu não votaria nele. Mas diante do atual cenário, não existe alternativa melhor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s