A culpa não é minha!

Publicado: 27 de outubro de 2012 por Mathias em Sem categoria

Fico puto com gente que não assume, ou aqueles caboclos que sempre tiram uma justificativa
improvisada para livrar-se de um simples pedido de desculpas… ou algo menos “humilhante” como um simples “Putz, fiz merda !”.

É… tem gente que acha humilhante pedir desculpe e assumir a situação, preferem fazer aquela cara de jatobá sem guia, como se o ocorrido nem aconteceu. Meu lado Freud afirma que certas atitudes vem da educação, amadurecimento, aprendido em casa, quando se é criança.

Digo isso porque toda criança tem esse comportamento, um pote derrubado, ou algo quebrado gera aquela paralisação instantânea e aquela carinha de “aí meu deus, e agora ?”, e normalmente vão para algum lugar escondido tentar se livrar da culpa… mas elas ainda podem fazem isso, e cabe a nós mostrar que a melhor coisa a ser feita é assumir a culpa e que isso não é vergonha, recriminar só gera o efeito contrário, aumentando o comportamento de irresponsabilidade.

Bom, meu lado SuperNanny floresceu, é um ponto-de-vista disciplinar que acredito poder melhorar algumas crianças e muitos adultos.

FUI, Mathias!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s