Ano velho.

Publicado: 9 de janeiro de 2011 por Mathias em Sem categoria

Olha só… quando posso considerar o ano de 2011 velho?

Definitivamente estou com zica nos começos dos ano.
Em 2011 cai de moto, Em 2010 cai de moto, 2009 torci o tornozelo, só melhorou em março.
Em 2008 … não lembro, mas devo ter feito alguma merda.

Neste ano fui, mais uma vez, indagado pelos riscos que corro diariamente com minha opção de transporte, a MOTO. Sei dos riscos, também sei dos benefícios, faço o balanço e assumo todos. Não é só transporte, pra mim um é hobby, uma terapia.
Diariamente os 30 minutos na ida e vinda do trabalho são prazerosos, mesmo com transito, tensão e risco.
Nos finais de semana mais ainda, fiz amigos virtuais que se tornam reais! Motociclistas de toda a cidade reunidos para um passeio, rumo a qualquer lugar, de preferência longe!
Tem pra todos os gostos: com garupa, sozinho, que abusa, com cautela demasiada, que fala, que escuta, mas todos com o mesmo objetivo. Seja de “Custom” ou de “SS”, velho ou jovem, todos se entendem, quase sempre.

Não me mandem imagens de acidente, porque eu já vi ao vivo. Não me mande mensagens com estatísticas, porque eu faço parte dela.
Não tente entender porque, se até agora não entendeu. Mas se estiver viajando na segurança do seu carro com sua família e um de nós passar, você verá seu filho sentado no banco de trás acenando e cumprimentando empolgado… não tente entende-lo também.

Anúncios
comentários
  1. pilas disse:

    andar de coletivo tem seu lado bom…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s