Ignorância

Publicado: 7 de fevereiro de 2010 por Kzuza em Comportamento, Cotidiano
Tags:, , ,

Tenho inúmeras razões para acreditar que o ser humano não é inteligente não. Poderia discorrer sobre isso aqui, mas levaria muito tempo e muitas linhas para detalhar tudo o que penso. Então vou me ater somente a 2 experiências que tive ontem que demonstram um pouco disso.

Sábado de manhã, eu sozinho em casa, resolvi matar o tempo indo assistir a um jogo da Superliga Feminina de vôlei. O jogo era pertinho de casa, dá pra ir à pé, e o melhor de tudo: era de graça. Fui e vi um jogo desiquilibrado, mas interessante. Mas o que me impressionou foi o comportamento do público, e das próprias jogadoras. Apesar de ser uma disputa esportiva, onde todos entram para vencer, e a torcida está lá para apoiar e ver o seu time ganhar, o clima era totalmente diferente de uma partida de futebol.

Na arquibancada, eu estava sentado ao lado de torcedores do time adversário. Sem problemas. Antes da partida, um narrador anunciava o nome das jogadoras, e a torcida do time da cidade aplaudia uma a uma, inclusive as do time visitante. Durante a execução do hino nacional, todos respeitosamente em pé e cantando. E ainda respeitaram 1 minuto de silêncio, em respeito ao falecimento de um membro do comitê organizador do vôlei de praia no Brasil. Ao final do jogo, jogadoras de ambos os times se cumprimentavam respeitosamente.

E por que, em jogos de futebol, as coisas também não podem ser assim, se somos todos seres humanos? Por conta da quantidade de torcedores? Ou porque são em sua maioria homens? Parece-me que foi criado um estigma, onde o futebol é sinônimo de virilidade, de masculinidade, de trogloditas em guerra, onde respeito é algo que não existe. Mas quem disse que tem que ser assim? Quem disse que eu tenho que odiar os adversários pra ser melhor que eles?

Mas o segundo exemplo foi ainda mais interessante. Aliás, essas experiências antropólogas me surpreendem muito. E como fã de heavy metal que eu sou, compareci à noite ao show de uma banda americana do estilo. Já sabíamos que a noite seria de muito bate-cabeça, de muita gente louca e esquisita, e de muito barulho.

O engraçado é o que escutamos por aí a respeito desse estilo musical. Quem não conhece ou não é especialista no assunto, generaliza. Acreditam que são grupos que incitam a violência, as brigas e tudo de pior que existe no mundo. É lógico que esse não é o lugar para levar sua filhinha de 15 anos, muito menos aquele seu sobrinho gay, mas é engraçado de ver como o público que curte o metal é unido e se respeita. Cada um no seu estilo, mas respeitando o outro. E cada um curte o show da sua forma. E o cara vibra com as músicas como se fosse um gol do seu time do coração. E vibra com o cara do lado que ele nem conhece. E no final está todo mundo feliz.

É óbvio que tem muita gente ignorante. Assim como tem muita gente ignorante em qualquer lugar. Mas é justamente aí que eu queria chegar. Por que o ser humano generaliza, e acha que nesse tipo de lugar só pode ter violência? Igual acontece no futebol? Que tipo de conceito é esse que o homem estabelece?

Sinceramente, acho que falta senso de sociedade e de civilidade para muita gente aí. Acho que poderiam conversar um pouquinho com as meninas lá do volei, e do público que estava lá no sábado pela manhã…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s